Ano novo vida nova!

Que tal fazer a gestão da sua equipe por medição de resultados?

POST2016_1Mais um ano inicia-se, e sempre dá aquela vontade de corrigir falhas ou melhorar as coisas em relação ao ano anterior.

Se as métricas de resultados é um assunto que você acha que ficou devendo em 2015, então vamos trabalhar em 2016 para fazermos um ano diferente.

O primeiro passo é o mais importante, definir as métricas chaves de produtividade.

Você já se perguntou porque um funcionário é mais produtivo que outro?

Então, defina tudo aquilo que realmente importa em sua análise, por exemplo:

  • Vendas;
  • Quantidade de visitas;
  • Pontualidade;
  • Quilômetro rodado;
  • Duração de visitas ao cliente;
  • Feedback dos clientes sobre o atendimento.

Se você é gestor de uma equipe de vendas pode pensar:

  • Pra mim, o que interessa é VENDER! , certo?
  • Ou, se é um gestor de uma equipe técnica você pode pensar:
  • Pra mim o que interessa é a quantidade de OS atendida por dia, certo?

Nem sempre!

Vamos seguir o exemplo do vendedor.

Supondo que seu melhor vendedor faz 05 visitas mês e bata a meta, e seu vendedor com pior resultado faz 30 visitas por dia. Isso é normal?

Claro que não!

O seu melhor vendedor pode estar com uma carteira estilo “vaca leiteira” (termo no mercado usado para clientes que compram muito de uma empresa), este pode estar acomodado em cima dessa carteira, enquanto o outro vendedor rala muito, (30 visitas), e não está conseguindo bater a meta.

Outro exemplo é o do técnico que atende mais chamado.

E vem aquela pergunta que não quer calar:

Será que seu cliente ficou satisfeito com o atendimento dessas visitas?

Fazer o serviço rápido e com qualidade é ser produtivo!

Para ter certeza que sua equipe está no caminho certo é necessário medir os resultados de tempos em tempos, e comparar os melhores resultados com os piores.

Não dá pra fazer esse tipo de controle no papel. Certo?

Você precisa da tecnologia para medição de resultados da produtividade.

Se você não faz nenhum controle de produtividade comece com o Excell mesmo!

Por isso, disponibilizamos aqui o download grátis da Planilha de produtividade para equipe externa.

Esta garante a medição de resultados, e assim, suas tentativas de melhorar o gerenciamento se tornam possíveis.

Medir produtividade dá muito trabalho, será que compensa?

Olha o trabalho que dá medir os resultados:

Usar o Excell é ruim pra quem preenche, e é péssimo pra quem analisa. Até formar os filtros e chegar a uma conclusão, perde-se uma jornada inteira de trabalho, e nem sempre o resultado é muito preciso.

Qualquer coisa cabe no papel, não é mesmo?

Qual a credibilidade das informações preenchidas pelo funcionário em uma planilha de Excell?

É verdade que, muitas vezes, medir resultados dá mais trabalho do que apenas planejar e agir. Porém, quando você age sem fazer as contas a fim de conseguir uma conclusão, comete-se um grande erro que é tornar-se improdutivo.

Nada é pior para uma empresa que ter uma equipe improdutiva!

Se você não medir, você fica em déficit com a sua gestão.

A lógica é exatamente essa. Com isso, caso você tenha percebido que, de certa forma, a produtividade da sua equipe externa está descontrolada, é que realmente no “deixa a vida me levar” não basta, sugiro que mude imediatamente esse hábito de conduta em sua gestão de equipes de campo.

E se tudo fosse automático e confiável pra sua equipe?
O Contele GE traz exatamente essa proposta!

Conheça melhor visitando nosso site: http://www.contelege.com.br e faça um teste gratuito conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *