Como usar o checkin nas visitas externas

Como usar o checkin nas visitas externas

O checkin nas visitas externas tem como objetivo, confirmar que o profissional foi realmente na visita e em qual horário chegou.

Apesar de parecer simples, basicamente existem dois métodos para utilizar o checkin nas visitas, e o método mais adequado para você utilizar, irá depender do nível de controle e da qualidade das informações, que você queira aplicar em sua equipe.

Vamos falar dos dois métodos separadamente, para que você possa entender melhor, como pode utilizar os checkin nas visitas externas:

Método 01) Checkin nas visitas, sem validação do local do cliente:

Esse checkin é o mais simples de implantar, porque ele simplesmente, registra a presença do seu funcionário, no local e horário em que ele se encontra.

Você pré determina com sua equipe, que toda chegada no cliente, deve ser realizado o checkin. 

O Smartphone capta uma latitude e longitude (Lat/Lon) e publica o local e horário, em um mapa, através de um recurso técnico chamado “Geocode”. Esse recurso é encontrado em aplicativos gratuitos, como Whatsapp e Facebook por exemplo.

Veja essas imagens de checkin nas visitas, utilizando o método 01:

imagem destacada

A vantagem desse método, é a simplicidade da implantação, porque além de encontrar o recurso em aplicativos gratuitos, o funcionário não precisa de treinamento.

A desvantagem desse método, é o gerenciamento, pois controlar em volume, dificulta o trabalho de encontrar informações necessárias, com históricos muito antigos.

Método 2) Checkin nas visitas, com validação do local do cliente.

Esse método de checkin já é mais “elaborado”, porque acrescenta uma variável importante, que é o cadastro dos clientes com latitude e longitude (Lat/Lon) no Smartphone.

Você irá precisar de um aplicativo pago para essa finalidade, pois é necessário cadastrar todos os locais de seus clientes e geo posicioná-los por Lat/Lon, antes de dar checkin.

Você terá que orientar sua equipe a dar o checkin pelo aplicativo, assim que chegarem no cliente.

O checkin capta uma posição imediata pelo GPS do Smartphone, e compara com a posição do local cadastrado de seu cliente, se esse local for próximo, o checkin é válido, caso contrário, você pode permitir que o checkin não seja aceito ou que aponte que foi realizado longe do local de cadastro de seu cliente.

Essas medidas de controle, possibilitam mais segurança ao gestor e garantem que o seu funcionário foi realmente no local, além de todas as informações ficarem disponíveis em relatórios.

Veja o vídeo onde demonstro esse método:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *