Ajuda de custo fixa ou reembolso do valor do km rodado?

Olá, tudo bem?

Hoje iremos falar do modelo de reembolso do valor do km rodado que sua empresa utiliza para restituir as despesas geradas pelo seu funcionário, que usa o carro particular para o trabalho.

Existem empresas que preferem combinar um custo único fixo, independente do km rodado. Outras que preferem pagar por km rodado.

Afinal, qual modelo é o melhor?

Primeiramente gostaria de esclarecer que, “ajuda de custo fixa” ou “reembolso por km rodado”, independente do modelo, tem que ressarcir realmente o custo que seu funcionário tem com o deslocamento, usando o seu próprio veículo.

Se o valor pago atualmente não cobre realmente esse custo, sugiro fazer uma revisão. (baixe aqui a planilha que simula o valor do KM rodado).

Para se trabalhar com um custo único fixo, é necessário pré-estabelecer uma estimativa de KM rodados por mês. 

A partir daí se chegar a um valor de ajuda de custo fixa.

A vantagem desse modelo está no gerenciamento. Uma vez determinado o valor, todo final do mês efetua-se o pagamento, sem necessidade de uma apuração.

A desvantagem é o desequilíbrio financeiro dessa operação.

Vou explicar melhor:

Se o valor fixo que sua empresa paga é baixo, sua equipe ou parte dela, irá reclamar que não cobre o custo. Sobretudo isso pode virar um problema maior no futuro.

Se o valor fixo que sua empresa paga é alto, provavelmente sua empresa estará desperdiçando recursos.

Pagando um valor fixo, independente do que rodou, será difícil encontrar uma relação justa para ambos.

Agora falaremos sobre o “reembolso do valor por km rodado”.

Primeiramente é necessário estipular um valor por KM e solicitar a sua equipe que apresente um relatório de visitas, que conste o deslocamento a ser pago.

A desvantagem desse modelo está no gerenciamento, pois apurar mensalmente os números e pagar valores diferentes para cada funcionário, eleva o custo administrativo. (sugiro automatizar isso)

A vantagem desse modelo é que sua empresa não desperdiça recursos. Uma vez que seu funcionário recebe por visitas, ele receberá realmente pelo que se deslocou. Todavia, esse modelo tende a ser mais justo para ambas as partes.

Uma dica que te dou é:

Se seu funcionário terá que apresentar um relatório de visitas para receber o reembolso, aproveite essa informação. Além disso, cruze os dados com todos da equipe para melhorar a produtividade de todos.

Se você acha melhor trabalhar por “KM RODADO”, nós oferecemos uma solução que automatiza tudo isso para sua empresa.

Faça com que esse modelo de reembolso se torne algo simples e que as informações de produtividade estejam disponíveis em relatórios prontos para melhorar a sua gestão.

Teste grátis de 07 dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *