O maior erro no reembolso por km rodado

O maior erro no reembolso por km rodado

O maior erro no reembolso por km rodado é o que mais passa despercebido pelas empresas.

Reembolso por km rodado é o ressarcimento do custo que seu funcionário tem com o deslocamento à trabalho, usando o seu próprio veículo.

Como é natural, o que envolve dinheiro pode gerar atritos, principalmente quando uma das partes se sente injustiçada.

A questão principal é que, o sentimento de injustiça causado por erros no reembolso, pode causar o maior prejuízo que uma equipe externa por ter.

Na live que fiz na semana passada para o meu canal, mostrei qual é o maior erro e qual é  seu prejuízo no reembolso por km rodado:

Este é um trecho retirado da Live #03 – Tudo sobre Reembolso por KM Rodado

Eu sempre falo sobre os absurdos que vejo no reembolso por quilometragem rodada, tanto da parte do funcionário quanto da empresa..

Como gestores que pagam valores insuficientes ou extremamente exagerados para o funcionário, por exemplo.

E entre tantas histórias no processo de reembolso, muitos ainda perguntam: qual o maior erro e qual é o seu prejuízo?

A desmotivação da equipe externa

De um modo geral, posso afirmar que o maior prejuízo é a desmotivação da equipe.

Um time desmotivado, não opera com a capacidade que poderia e, com certeza, não alcança os objetivos.

Então, além da queda de produtividade, a equipe aumenta seu custo.

Obviamente, nenhum líder quer sua equipe nivelada por baixo, nem operando com capacidade reduzida.

Isso é um processo que, na maioria das vezes, acontece sem o gestor perceber.

Aqui tem alguns dos erros no reembolso que tornam a equipe desmotivada: 

  1. Falta de transparência nos critérios e processos;
  2. Falta de incentivos para a produtividade;
  3. Pequenos conflitos não resolvidos.

Dito isso, o que o líder pode fazer para manter a equipe cumprindo com o objetivo e alcançando os resultados? 

1. Critérios e processos transparentes

Os critérios e processos de reembolso, assim como qualquer outro benefício, precisam estar bem definidos e alinhados com a equipe.

A equipe externa precisa ter conhecimento de quais fatores são utilizados no reembolso.

É necessário também que entendam a divisão entre despesas corporativas vs gastos pessoais.

A forma e todo o cálculo de reembolso precisa ser compartilhado com a equipe, como no exemplo abaixo:

2. Falta de incentivos para a produtividade;

Se você é responsável pela gestão da equipe externa, a produtividade tem que ser o seu foco!

O reembolso por km rodado pode aumentar a produtividade da sua equipe externa.

Visitas podem ser consideradas um dos fatores de produtividade de um funcionário externo.

Uma vez que o km rodado significa a realização de visitas, então é fato que esse modelo aumentará a produtividade de quem trabalha na rua.

Agora, se a empresa está cometendo erros na política de reembolso, a equipe externa não terá os incentivos para a realização das visitas.

Pelo contrário, buscando a redução de custos com deslocamento, o incentivo será de realizar menos visitas que o habitual.

Já imaginou se um vendedor interno fosse incentivado a fazer menos ligações que o normal?

3. Desentendimentos precisam ser resolvidos

É normal e saudável que haja discordâncias dentro da equipe sobre o reembolso.

Por isso, se todos os critérios do reembolso estiverem bem claros, e todos os processos estiverem bem definidos, com certeza, não haverão tantos casos assim.

Mas caso isso aconteça, o gestor precisa estar pronto.

Reuniões esclarecendo pontos, tirando dúvidas e mostrando o motivo da escolha de cada critério, são fundamentais para evitar desentendimentos na equipe e manter a motivação.

Outros erros no reembolso…

É comum que esse assunto traga diversas discussões sobre quais são as melhores práticas de reembolso, e o que devemos evitar.

Quer entender melhor sobre outros erros no reembolso de quilometragem? Da uma lida nesse post aqui do blog:

Os principais erros das empresas no reembolso por km rodado

Vale lembrar: Atualize seus valores de reembolso

Os fatores que definem o valor por km rodado são voláteis. 

Por isso, para fazer o cálculo justo e evitar equívocos desmotivando a equipe, você deve estar atualizado em todas as mudanças.

Dentre os itens que precisam ser sempre verificados, estão:

  • Mudanças no preço do combustível;
  • Atualização do seguro obrigatório, IPVA e licenciamento;
  • Inflação.

No vídeo abaixo, eu falo sobre isso:

[Ebook] Guia para Reembolso por KM Rodado

Neste material você vai aprender a calcular o fator de reembolso por km rodado de maneira técnica e justa.

Baixe já o Guia de Reembolso por KM Rodado e aprenda a fazer o cálculo hoje mesmo.

Tudo sobre Gestão de Equipes no YouTube

Se você é gestor de uma equipe externa, e gostou do conteúdo deste post, gostaria de deixar um convite:

Inscreva-se no nosso canal sobre gestão de equipes externas no YouTube, onde semanalmente postaremos conteúdos exclusivos e gratuitos para você.

Inscreva-se no nosso canal sobre gestão de equipes externas no YouTube, onde semanalmente postaremos conteúdos exclusivos e gratuitos para você.

Receba conteúdos no seu celular

Além disso, você pode receber todos os conteúdos novos diretamente no seu celular.

Basta clicar no botão abaixo e nos enviar a mensagem, que iremos te enviar um aviso sempre quando sair um conteúdo novo.